Notícia

Câmaras Técnicas (CT’s) analisam projetos do Edital 02.2017 do PDRSX

Por: David Alves

Publicado em: 27/11/2017

Durante os últimos dias 22,23 e 24, as Câmaras Técnicas (CT’s), responsáveis pelos projetos do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu (PDRSX) reuniram com os proponentes para as defesas presenciais previstas no Edital 2/2017

As normas, os critérios de análise e avaliação já estabelecidos no Edital 02.2017, foram utilizadas durante os três dias de defesa, culminando com o resultado por projetos.

Para Fernanda Souza, Secretária de Saúde do  Município de Vitória do Xingu, que apresentou os projetos na CT-7 (Câmara Técnica de Saúde) onde propõem “a reforma e ampliação de unidades básicas de saúde, uma na zona urbana e outra na zona rural do município, o PDRSX, vai nos ajudar e nos proporcionar uma melhor qualidade no atendimento de uma população que já existe e já é atendida”. A “expectativa é grande”.

Olganeth Moreira, monitora da CT-1, participou do  Edital 01.2017 e deu continuidade no Edital 02.2017. No “inicio era tudo muito novo”, afirma a monitora, que teve que aprender como as coisas funcionavam de forma correta. Já com a experiência do primeiro para o segundo, Olganete, visualiza a restruturação do processo de construção do edital como um avanço, pois assim podemos ter um melhor entendimento das propostas, afirma.

A educação ambiental na CT-1 também é tida como um marco para o território da região do Xingu contemplando todos os municípios envolvidos e formulando uma nova metodologia no processo de submissão de projetos do PDRSX.

Marcele Oliveira, Engenheira Ambiental e monitora da CT4 (Câmara Técnica de Inclusão Social e Cidadania), chegou no PDRSX e encontrou os projetos do Edital 01.2017 em andamento, em fase de repactuação das planilhas orçamentarias. Já no edital 02.2017, conseguiu acompanhar desde o principio, as propostas de projetos, até a fase de defesas presenciais.

A transparência no processo de condução através do site do PDRSX e a possibilidade de sanar qualquer duvida através da equipe do Instituto Avaliação (IA) deixa a Marcela bastante tranquila do que diz respeito ao processo em andamento, refletindo oque aconteceu na CT4 durante as defesas.

As avalições foram concluídas e está aberto agora o período de recurso, três dias úteis, a contar da publicação do resultado, para os proponentes em que os projetos não alcançaram a pontuação mínima de 60%

Instituto Avaliação – Gestora do PDRSX

Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, 2610 – 2º andar – Bairro
Esplanada do Xingu – Altamira PA – CEP 68.372-005
Telefone: 3515 6015

Fotos relacionadas a Câmaras Técnicas (CT’s) analisam projetos do Edital 02.2017 do PDRSX

  • Altamira, PA
    Av. Brigadeiro Eduardo Gomes, 2610 – 2º andar
    Bairro: Esplanada do Xingu, CEP: 68.372-005
    Telefone: (93) 3515-6015
    Email: contatopdrsx@avaliacao.org.br
  • Brasília, DF
    CLN 303 bloco C sala 216
    Bairro: Asa Norte, CEP: 70.735-530
    Telefone: (61) 3034-5648
    Email: contato@avaliacao.org.br